Magia e Sedução

Depois de minha rápida passagem por Cingapura, cheguei ao meu destino final desta primeira parte da minha viagem.

Esta cidade, cuja fama é conhecida por qualquer surfista no mundo inteiro, é cheia de praias e de coqueiros e tem uma brisa eterna a aliviar o calor tropical destas paragens. Cheia de artistas, pintores, escultores e músicos, a população local é sorridente, tem a tês morena e um sorriso a cada frase. A vida por aqui corre alegre e simples, numa preguiça de fazer inveja a Dorival Caymi. A vegetação verde, florida e exuberante se alastra pelas montanhas a beira mar. Joga-se futebol nas praias, toma-se água de côco, o café é delicioso e a comida apimentada com muito gosto e vontade. Pelas ruas, cultam-se santos e deuses diversos em um sincretismo pacífico e harmonioso e pela cidade, espalham-se altares nas centenas de igrejas e templos a expressar um misticismo inequivocável. Tudo por aqui é motivo para celebração. Mulheres vestidas em longos vestidos brancos, levam em seus tabuleiros, ofertas de comidas e frutas e não há mês no calendário em que não haja motivo para se celebrar com música, canto e dança, a alegria da vida.

DSC_1231Pela descrição acima, quem pensou que eu estou na Bahia errou, mas na essência, não ficou longe. Estou em Bali, uma das 15.000 ilhas da Indonésia, e isto aqui tem tudo a ver com o espírito da Bahia, aonde a vida também se vive com calma, música, arte e espiritualidade. Vim a Bali, para participar do FutureGOV, um evento que todos os anos congrega governos de mais de 35 paises da Ásia e Pacifíco para discutirem os desafios governamentais para as próximas decadas. Fui convidado pela organização desse evento, para falar em um painel sobre a modernização do estado e os impactos das TICs sobre a sociedade.

E aproveitando algumas horas livres que tive, contratei o “GEDE”, um balinense quieto mas sempre prestativo e sorridente, para ser meu motorista, e me levar a conhecer alguns dos recantos deste surpreendente lugar, que apesar de fazer parte da Indonésia, tem seu próprio idioma e tradições preservados por uma população de quase quatro milhões de habitantes.

Pena que o tempo foi escasso para poder aproveitar toda a magia e sedução que paira sobre esta ilha encantada e verdejante que é Bali. Mas mesmo com esse pouco tempo, dá para entender o porque de quem por estas terras vem, não tem mais vontade ir embora, exatamente como acontece com quem se apaixona pela Bahia…

 

DSC_1320 DSC_1273

 

Para ver todas as fotos, clique aqui.

 

Algumas curiosidades sobre Bali:

    • Em Balines, Saida é  PINTU
    • Bebe é  BUNDA
    • Para entrar nos templos, os homens precisam vestir sarongue
    • Mulheres menstruadas não podem entrar nos templos
    • Meninos andam de mãos dadas para demonstrar amizade.

 

  DSC_1216 DSC_1562 DSC_1221

This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s